LogoColors

Reunião no Metaverso: como é entrar no Workrooms

Reunião no Metaverso: Entramos no Woorkrooms da Meta!

Na última semana, chegaram os nossos óculos de realidade virtual Meta Quest 2, o Headset VR da Facebook (agora, Meta) e passamos a realizar nossas reuniões de trabalho no Horizon Workrooms da Meta. Neste artigo, vamos contar sobre essa experiência de entrar no Metaverso e usar a RV para reuniões de negócios.

 

Meta Quest 2, realidade virtual, Workrooms, Reunião no Metaverso,
Passamos a fazer reuniões no Metaverso

 

A curiosidade sobre a imersão na realidade virtual era enorme e, claro, enquanto duas podcasters que adoram comentar sobre o Metaverso no nosso podcast Amanhã Já Foi, não dava mais pra gente ficar por fora dessa experiência de realidade virtual. A nossa opção de óculos de realidade virtual foram os óculos de VR da Meta por uma razão bem simples: a proposta do Meta está totalmente focada no usuário final. Participar de um ecossistema construído para relacionamentos sociais e presença de marcas é 

Não fazíamos ideia do nível de refinamento do equipamento até o recebermos. Tão pouco estávamos preparadas para o choque que seria estarmos na mesma sala, uma vez que Adriana está em São Paulo e eu estou em Lisboa. Foi uma sensação de alegria e compartilhamento que não pensávamos ser possível com avatares em um ambiente digital.

 

Avatares no Metaverso

Nossos avatares no Metaverso foram um capítulo à parte:  a Adriana montou sua personagem exatamente como ela é vida na real, incluindo as roupas com casaquinhos e jeans. Eu optei por um modelo mais moderninho do que minha imagem física com um terno rosa e corte de cabelo com sidecut. Na vida real, eu não conseguiria ser tão ousada por causa dos compromissos profissionais, mas um avatar causa menos impacto.

No futuro, o Metaverso irá substituir os avatares 3D por imagens realísticas dos usuários e também vai permitir que as pessoas possam se expressar fisicamente de maneiras quase ilimitadas. Além do mais, com a quantidade metaversos que existem, será interessante poder navegar por entre esses mundos com uma identidade única.

 

Reunião no Metaverso Workrooms Meta Quest Go Digital Factory
Meu avatar não se tornou uma imagem próxima de como sou na vida real, mas uma representação de como eu gostaria de ser vista

O áudio imersivo do Meta Quest 2 contribui bastante para a sensação de presença quase física no Metaverso. Com isso, conforme as pessoas estão dispostas pela sala, o áudio fica direcionado, trazendo mais naturalidade para a comunicação.

A lojinha de avatares possui muitas opções e, recentemente, o Meta já anunciou sua loja de roupas em parceria com marcas conhecidas. Se você acha estupidez gastar dinheiro com roupas digitais, espere um pouco mais para ver o mercado bilionário que a moda será no Metaverso.

Mark Zuckerberg anunciou pelo Facebook a ‘Avatars Store’, loja de roupas digitais para o Metaverso

 

Preço do Oculus Quest 2

Os preços do Meta Quest 2, variam de acordo com a capacidade de memória, tendo duas opções: o de 128Gb e o de 256gb. Por aqui, pegamos mais o simples de 128gb. A Adriana comprou os dela no Brasil por R$2.480, enquanto eu comprei em Portugal por €399. Se estivéssemos nos Estados Unidos, o preço seria ainda mais atrativo; 300 dólares. Ainda assim impressionante como o acesso a esse tipo de equipamento ficou mais fácil e barato.

 

O que vem na caixa do Meta Quest 2

A caixinha do Meta Quest 2 vem com um manual de instruções, duas manoplas (com pilhas inclusas), cabo de alimentação, proteção de silicone e um separador para quem utiliza óculos de grau.

Imagem: Divulgação Meta

O visual é bem interessante e o equipamento bem leve… Até a hora que você precisa colocar no cabeça e é aí que começam as dores de cabeça – literalmente.

 

Óculos VR causam mal estar?

Apesar de leve, o Meta Quest 2 ainda é um equipamento que acaba pesando, sim, na cabeça. Já existem alguns acessórios na própria loja da Meta que ajudam a posicionar o equipamento melhor na cabeça, ajustando e distribuindo o peso. Pessoalmente, eu sinto a necessidade de usar o equipamento  mais apertado à cabeça para melhorar o foco que eu tenho dentro da realidade virtual. Sou míope e não me adapto a usar os óculos de grau com o separador que vem no kit do Meta Quest 2.

Com isso, o resultado é sempre mesmo: fico com o rosto vermelho das marcas de uso e uma dor de cabeça que persiste nas horas seguintes. Eu sofro de cinetose e já garanto que não sinto enjoo ou mal estar quando estou imersa numa Reunião no Metaverso a partir do Meta Quest 2. A grande questão é ir dosando o uso e respeitando o limite de uso diário pra diminuir a dor de cabeça pós-imersão. Por enquanto, a Adriana e eu temos feito algumas reuniões pontuais para construir nossa sala de reunião no Workrooms e não mais que isso. Nós duas sentimos os efeitos da dor cabeça, mas nada grave.

 

 

Primeiros passos na realidade virtual com Meta Quest 2

Workrooms da Go Digital Factory

Aqui são algumas imagens da nossa salinha de Reunião no Metaverso da Go Digital Factory no Workrooms com nossa logo e um poster do nosso podcast. O site do Workrooms permite algumas personalizações de arte na sala, mas as opções de cenários ainda estão limitadas à paisagens mais urbanas e até mesmo um escritório na praia.

 

Meta Quest 2, realidade virtual, Workrooms, Reunião no Metaverso,
É possível subir arquivos com logos e imagens para personalizar a sala de reunião no Workrooms

 

 

A primeira imersão numa Reunião no Metaverso surpreende. Eu não esperava gráficos tão bons e uma resposta tão ágil do meu movimento dentro do Metaverso. Isto porque, até baixar a aplicação do Workrooms, não havíamos percebido que esta ainda era a versão beta do programa. Ficamos imaginando quais serão todas as possibilidades de interação dentro do workrooms. Vamos entender então o que é o Horizon Workrooms.

 

O que é o Horizon Workrooms

 

O Workrooms é o espaço de realidade virtual da Meta para encontro de pessoas em um espaço de reuniões, com mesas, posteres, quadro negro e permissão de compartilhamento de telas do computador para apresentações. As opções de salas no Workrooms permitem configurações para reuniões, apresentações e até mesmo meetings mais informais.

A percepção de quem está dentro da sala usando o óculos de realidade virtual é infinitamente mais interessante de quem só entrou pelo chat. Conversando com nossos parceiros que realizaram a reunião com a gente através do site, foi nítida a sensação de estranhamento por estarem se comunicando com avatares. Portanto, para uma reunião realmente interessante entre todos, é preciso estar imerso em realidade virtual.
Meta Quest 2, realidade virtual, Workrooms, Reunião no Metaverso,
Cenários do Workrooms ainda são limitados, mas oferecem lugares inesperados para reuniões como, por exemplo, um escritório na praia

 

Meta Quest 2, realidade virtual, Workrooms, Reunião no Metaverso,
Nossos parceiros da We Concept entraram no Workrooms a partir do site da empresa e a qualidade do vídeo impressionou

 

O que dá pra fazer no Workrooms

Mesmo na versão beta da realidade virtual para reuniões, dá pra fazer bastante coisa dentro do Workrooms. Vamos listar alguns atributos bem interessantes dentro da sala de reuniões e diferentes funcionalidades oferecidas para interações.

 

Acessando conteúdo no Metaverso apenas com as mãos

As manoplas que vêm com o Meta Quest 2 me desanimaram na primeira olhada porque eu esperava mais autonomia no uso das mãos. Eu estava errada: é possível usar as mãos livres para navegar dentro da Realidade virtual usando movimento simples como o de pinça. O tutorial de primeiros passos do Meta Quest 2 ensinam como usar as mãos e os movimentos necessários. As manoplas são bem leves e oferecem um bom uso para os gamers, mas esse não foi nosso foco inicialmente.
Sala da Go Digital Factory dentro do Workrooms

 

Usando as manoplas do Meta Quest 2 como canetas

Aqui começa nossa percepção sobre as manoplas fazendo diferença nas necessidades de uma reunião tradicional que faríamos no mundo offline: elas podem se tornar canetas na nossa mão. Ao virar as manoplas de cabeça pra baixo, elas simulam uma caneta e é possível fazer anotações  na sua própria mesa de trabalho e desenhos no Whiteboard que se abre dentro da sala. Os participantes da reunião que acessaram o Workrooms a partir de um desktop também conseguem visualizar.
Meta Quest 2, realidade virtual, Workrooms, Reunião no Metaverso,
O Bruno Scartozzoni da Story Talks compartilhou esse print do uso do whiteboard com a gente

 

Usando o Whiteboard do Workrooms 

Para acessar o Whiteboard, o Meta Quest 2 faz um mapeamento do espaço real para gerar o quadro em frente ao usuário. A partir disso, é possível ficar em pé e escrever no quadro. Além da função de escrita, também é possível usar post-its e criar dinâmicas de Sprint com a equipe.
Imagem: Divulgação Meta

Usando a tela do computador dentro do Workrooms

É possível acessar a tela do computador dentro do próprio Workrooms. Para isto, é necessário ter no seu computador o aplicativo Desktop da Oculus. A partir dele, o Meta Quest 2 conecta o teclado do computador (sim, é possível digitar dentro do Workrooms!) e permite o compartilhamento da sua tela com quem estiver dentro Reunião no Metaverso. Esse foi um dos atributos mais interessantes que mesclam a realidade com o virtual.
Para quem está dentro da sala usando o Meta Quest 2, a tela compartilhada não abre somente no telão do Whiteboard, ela também fica diante do avatar melhorando a visualização.
Meta Quest 2, realidade virtual, Workrooms, Reunião no Metaverso,
Compartilhamento de tela no Workrooms da Meta

 

 

Como entrar no Workrooms

Para entrar no Workooms da Meta e fazer uma Reunião no Metaverso é preciso ter uma conta na rede social Facebook. A partir dela, é possível acessar o site da Workrooms e configurar sua sala, seu avatar e algumas personalizações do espaço. As salas podem ser privativas ou abertas. No nosso caso, quando queremos nos reunir com alguém, enviamos o link de convite e pronto! O processo é bem fácil e o site da Workrooms pode ser integrado à sua agenda no Google.
Tela Inicial da sala da Go Digital Factory no Workroom

 

 

É preciso óculos de realidade virtual para entrar no Metaverso?

Sim. Primeiramente porque é necessário um suporte tecnológico de acesso à realidade virtual. Atualmente, são os óculos de realidade virtual que permitem sobrepor essa camada digital à camada física. Além do mais, como já falamos, a experiência para quem está dentro da sala virtual é completamente diferente de quem só está observando alguns bonequinhos se movendo na tela.
Para as reuniões no Workrooms não é preciso usar o headset de realidade virtual, mas recomendamos que experimentem. Dos nossos parceiros, todos mal conseguiram esperar pra pesquisar os preços do Meta Quest para também usufruir da experiência com a gente. Aqui, ficamos ansiosas para encontrá-los no mesmo local, embora estejamos em regiões totalmente distantes no globo.
Dentro do Workrooms, os usuários que estão com headset podem fazer um high-five virtual entre si e essa é mais uma daquelas bobagens que acabam nos divertindo numa Reunião no Metaverso.

Ana Wadovski

Web3, Metaverso, Inovação e Transformação Digital

Jornalista brasileira vivendo em Lisboa, especialista em Digital Business, com foco em Transformação Digital e Futurismo. Tecnologia, para mim, é palavra feminina. Quero estar dentro dos debates sobre o impacto da tecnologia na vida das pessoas e das empresas, contribuindo para desenhar um futuro melhor para todos.

Postagens relacionadas

Assine nossa Newsletter

Receba toda semana as notícias mais interessantes sobre Inovação, Transformação Digital e Futurismo, cuidadosamente selecionadas por nós.

Toda segunda-feira às 6h de la matina.