LogoColors

O que são NFTs: como funcionam e tipos

O que são NFTs?

Antes de mais nada, para este primeiro artigo de introdução sobre o que são NFTs, vamos apresentar alguns tipos de NFTs a partir das notícias que chegaram à grande mídia estourando a bolha da Web3

Para conhecer o verdadeiro potencial dos NFTs e entender o uso desta tecnologia para desbloquear novos modelos de negócios e potencializar comunidades, acompanhe mais do nosso conteúdo no podcast de Web3 For Business Amanhã Já Foi   e os nossos cursos de Web3 e Metaverso.

No nosso podcast, entrevistamos especialistas da área que já estão trabalhando no mundo da Web3, trazendo as maiores novidades e tendências da área. 

Continue a leitura para mergulhar nesse universo e entender o que são os NFTs, como funcionam, para que servem, quais são os principais tipos, onde e como comprar, quais são os mais caros do mundo… e muito mais. 

Se esse for o seu primeiro contato com esse mundo, aqui vai o aviso: se prepare, existem enormes chances de você se apaixonar e só querer ler sobre esse assunto por um bom tempo! 

 

 

O que são NFTs? 

Primeiramente, NFT é a sigla para non-fungible token. Assim,  traduzindo para o bom e velho português, significa token não fungível. Desta forma, o  NFT é um ativo digital (algo em formato digital, como, por exemplo, a própria imagem ou vídeos) baseado na Blockchain e serve como um RG de um item. 

 Não entendeu a referência? A gente explica. 

 Por exemplo, cada pessoa, como um ser único, possui um RG, um registro geral com seus principais dados de identificação. 

Do mesmo modo, o NFT  é como o RG de um item, garantindo sua autenticidade, unicidade e exclusividade.

Assim, acreditamos que tenha ficado claro. No entanto, só para garantir que não vai restar nenhuma dúvida, vamos usar um exemplo que Guilherme Guimarães, um dos fundadores da Block4 e convidado no episódio Fantokens e a revolução nos esportes, do nosso podcast Amanhã Já Foi, deu – e achamos genial! 

É como um quadro famoso, tipo a Mona Lisa, de Leonardo da Vinci, que é valiosíssima. 

Pense no valor dessa obra. Pensou? Guarde isso. 

Seja como for, agora, imagine que você compre uma reprodução, pintada a óleo, com muito capricho. Assim, ainda que seja uma pintura impecável, essa reprodução nunca vai ser ou valer tanto quanto a original. Ou seja, você pode ter várias reproduções, mas apenas um quadro original cujo valor está ligado à essa exclusividade e originalidade.  

 

 

Quer se preparar para a próxima revolução da Web?

Conheça Todos os Nossos Cursos de Web3 e Metaverso.

curso web3 e metaverso nft blockchain smart contract cases go digital factory

 

Características dos NFTs

Dessa forma, para saber se uma pintura é, de fato, original, temos o estudo de pedigree da obra. Logo, isso nada mais é que a leitura da gigantesca documentação que normalmente acompanha o quadro para garantir sua originalidade.  Neste sentido, o grande lance é conseguirmos levar para o mundo digital todos os requisitos de escassez, exclusividade e originalidade do mundo real.

Com esse exemplo do GG (é como ele gosta de ser chamado), o NFT é como se fosse o pedigree da obra, atestando a originalidade de um item – como os famosos desenhos de macacos comprados por Neymar, sabe? 

Quando pensamos em falar sobre esse exemplo, ficamos nos perguntando se não te daria a sensação que NFT é algum arquivo, ou coisa parecida, que você instala e lê no seu computador, e não, não é. Inclusive, abordamos no artigo Onde os NFTs ficam armazenados para você entender um pouco mais sobre como a imagem é apenas a interface dos dados que o NFT desbloqueia.

NFT, assim como as criptomoedas, por exemplo, é um ativo digital com base na Blockchain, ou seja, é lá que ele se encontra – pelo menos, em alguns projetos de NFTs.

 

Token não fungível? Oi? O que são tokens?  

Se esse é o seu primeiro contato com o universo Web3, Blockchain e NFT, provavelmente demos um nó na sua cabeça quando falamos sobre token não fungível 

Desta forma, como uma fábrica de conhecimento que somos, vamos explicar detalhadamente o que significa esse termo.  

Assim, quando falamos sobre esse tipo de token nesse tema, não são as chaves de segurança, que também chamamos de token, para realizar alguma ação no Internet Banking. Então, sim, você já conhece bem alguns tipos de tokens. O NFT é um tipo de token, só que um Token não fungível. 

Na Web3, token é um ativo digital que permite, inclusive, que negócios sejam feitos, já que você pode comprar, vender ou trocar.  

“não fungível”, é o termo que usamos para dizer que um ativo é único, ou seja, não pode ser substituído por algo do mesmo valor, espécie ou quantidade. Afinal, se é único, não existe outra opção que possa ser equiparada. Voltando ao nosso exemplo do quadro da Monalisa de Da Vinci, existe outro igual a ele? 

Com essas explicações, você entende que um NFT, sendo um token não fungível, é um ativo que ‘grita’ escassez.

 

O que é um token criptomoeda?

Mencionamos ali em cima a criptomoeda, e acreditamos que vale te dizer que, sim, criptomoedas são consideradas um ativo digital.  

“Token é a mesma coisa que criptomoeda, então?” 

Claro que não! Existe uma frase, dita, inclusive, pelo Rafael Nasser, professor doutor em Informática da PUC-Rio, que diz o seguinte: toda criptomoeda é um token, mas nem todo token é uma criptomoeda 

Token, como você sabe, é um ativo digital. Já a criptomoeda é um coin, uma moeda, usada como dinheiro que pode ser trocada, transicionada – ou, fungível.

 

 

Como funcionam os NFTs? 

Como você viu, com o exemplo do GG, os NFTS funcionam como um certificado de autenticidade registrado na Blockchain.  

Assim, pensando nisso, e até usando esse tópico para explicar o que faz um NFT valorizar, que é algo que as pessoas também perguntam bastante, vale dizer que toda essa escassez e, consequentemente, a demanda que é criada, é o que faz os NFTs se tornarem tão valiosos. 

 

Tipos de NFTs 

Olha, NFTs permitem um milhão de aplicações (e isso é uma forma de dizer, porque acreditamos que o número é bem maior!), mas como ainda estamos no comecinho dessa era, talvez ainda leve algum tempo até as pessoas entenderem que NFTs são muito mais do que figurinhas extremamente caras.  

Quando falamos sobre os tipos de NFTs, temos, hoje, algumas categorias. Veja. 

 

1. NFT Avatar 

tipos de NFTs
Meu PFP dentro da Web3

Como os donos de um PFP (profile picture) ou avatar NFT podem fazer uso nos seus próprios perfis, nas redes sociais, acreditamos que esse é um dos tipos de NFTs que mais vem na cabeça das pessoas quando falamos sobre o assunto.  

E isso é ótimo, não é? Afinal, acaba contribuindo para que mais pessoas tenham, de certa forma, contato com os NFTs, divulgando-os gratuitamente. A experiência dos NFTs do Reddit demonstraram bem como trazer as pessoas para dentro da Web3 através de avatares colecionáveis.

 

NFTs NFTs do Reddit Amanhã Já Foi podcast web3 Go Digital Factory
Imagem: Divulgação Reddit

 

2. NFT de Arte Digital (igual, mas diferente) 

Esse tipo é interessantíssimo, porque, de primeira, dá um bug na cabeça. Isso porque parecem iguais visualmente, mas quando analisamos de forma detalhada, vemos que existe uma diferença nos números de edição. Nas coleções de NFTs, cada item possui características únicas. 

Alguma diferença tinha que ter. Afinal, estamos falando de um token não fungível. 

 

3. Arte generativa – Arte gerada por Inteligência Artificial

É uma arte computadorizada, em que o computador “é o artista”. Ou seja, ele gera essa arte.

Pode ser criado a partir de um algoritmo generativo, inteligência artificial e até mesmo robôs físicos. 

 

4. NFTs Colecionáveis 

NFTs colecionáveis? É isso aí! 

Esse tipo de NFT, assim como na vida real, conta com uns mais raros e outros nem tanto, sendo, obviamente, os mais raros bem mais valiosos, chamando a atenção de pessoas que pagam bem alto para ter um desses em sua coleção.  Algumas coleções mais famosas são: Bored Apes, CryptPunks, Azumi, Avatares Colecionáveis do Reddit etc.

 

5. NFTs de Fotografia 

Quanto maior é o número de fotógrafos já consolidados no mercado que resolvem mergulhar nesse universo, maior é o crescimento deste tipo de NFTs.  

Hoje, já temos alguns fotógrafos conhecidos mundialmente embarcando no mercado de NFT, como, por exemplo, Julie Pacino. 

 

6. NFTs de Música 

Esse é um dos tipos de NFTs que mais surpreende as pessoas, afinal, “bate o martelo”, provando que, sim, não se aplica apenas ao mercado visual, por exemplo.  

Quando fazemos de uma música um NFT, temos a versão tokenizada dela. O mais interessante é que esse tipo mantém o controle da obra nas mãos dos artistas, já que eles podem ganhar dinheiro ao permitir que fãs possam investir no trabalho. No ep sobre NFTs para criativos e artistas, no podcast Amanhã Já Foi, a Janara Lopes deu uma aula sobre o assunto e, inclusive, como criar um NFT de música no Phonogram.me

 

Tela Phonogram.me. Foto: Divulgação

 

7. NFT de Games 

Obviamente, o mundo dos jogos não ficaria de fora. Esse é um dos tipos de NFT em que você, como jogador de um jogo P2E, pode trocar seus ativos no jogo, como skins e armas, por dinheiro.  

Esse é um dos tipos de NFTs mais promissores, justamente pela exclusividade. Afinal, a não ser que você venda, não existirá nenhum outro jogador com os mesmos itens que você. Além do mais, a comunidade gamer é uma das mais ligadas a itens do mundo virtual.

 

 NFT cases de uso – uso prático

Você já entendeu quais são os tipos de NFTs mais conhecidos, agora queremos te mostrar que não estamos só falando sobre o futuro. Na realidade, os NFTs já estão sendo usados.

É como falamos (e falamos tanto que virou até batizamos o nosso podcast com isso): Amanhã já foi. Tudo que estamos falando aqui, já está em uso hoje, no presente. Veja só.

NFTs da Netflix 

A Netflix lançou uma coleção de NFTs com cenas da terceira temporada da sua série Love, Death + Robots para monitorar o engajamento.

Cada NFT está sendo vendido por aproximadamente US$1,64. Baixíssimo, né? A intenção da marca – ainda – não é enriquecer com a venda de NFTs, mas, sim, coletar dados únicos do engajamento com a série em questão. 

NFTs da Netflix audiência engajamento Go Digital Factory
Imagem: Reprodução

 

Starbucks Odissey: Programa de fidelidade com NFTs

A Starbucks lançou experiências novas através do seu projeto com NFTs. Assim, o Starbucks Odissey é uma extensão do seu programa de fidelidade que desbloqueia promoções, produtos sazonais e até mesmo experiências IRL como visitas a fazendas de café da Starbucks. Logo, a Starbucks conseguiu unir sua comunidade apaixonada muito além do balcão da cafeteria.

 

Programa de fidelidade com NFTs da Starbucks odissey token blockchain experiências web3

 

NFT Ticketing

Lazio FC, em parceria com a Binance, vai implantar uma solução de gestão de ingressos vio NFT para a próxima temporada. O objetivo do clube é diminuir as fraudes e a logística de compra e venda de ingressos. É um mercado que está surgindo e, inclusive, falamos sobre ele em um episódio do nosso podcast com Ariel Alexandre, fundador do NFT Ticket Pass. Ouvir ele falar sobre o assunto, principalmente sobre seu projeto de NFT Ticketing da última turnê do Milton Nascimento, só nos mostra o quanto, mesmo recente, é um mercado que “nasceu ontem, mas já está evoluindo”. 

 

Tela NFT, Milton Nascimento. Foto: Divulgação

 

Por falar em usos, temos o lançamento de Novos Índices de NFTs

O mercado de NFTs está em processo de amadurecimento, e com isso, novas ferramentas estão sendo lançadas para garantir bons resultados. Um desses, inclusive, é o lançamento da Nansen de Novos Índices de NFTs, que tem como objetivo acompanhar o desempenho dos NFTs, além de classificá-los e agrupá-los de acordo com seus usos. 

 

Comprar NFTs: onde e como?  

Para nós, cada pedaço desse assunto é encantador. No entanto, sabemos que aqui, neste tópico, é onde mora o maior interesse das pessoas, principalmente, se olham para os NFTs como uma possibilidade de investimento.  

O primeiro passo é ter uma carteira digital, sendo a Metamask a carteira digital mais conhecida para compra, armazenamento, envio e troca de tokens. 

 Partindo do ponto que você já possui saldo na sua carteira, agora é a hora em que você acessa um marketplace de compra e venda de NFTs, como a OpenSea, explora as opções, escolhe e compra. 

Não é tão difícil assim ser dono de um NFT, não é? 

 

OpenSea, o maior marketplace do mundo 

Por falar em OpenSea, vale dizer que é o maior mercado do mundo no que se diz respeito à venda e compra de NFTs. 

E vai muito além dos NFTs de macacos, então, você pode negociar NFTs de todos os tipos, como arte, música, nomes de domínio, colecionáveis, terrenos no Metaverso, ativos esportivos e até mesmo utilitários, como é o caso de passes de associação. 

 

Imagem: Reprodução OpenSea

 

Como faço para investir em NFTs?

Se você é uma daquelas pessoas que comentamos mais acima, que olham para os NFTs como uma possibilidade de investimento, saiba que o processo de compra é exatamente o mesmo, independente se você usar isso como investimento ou não.  

O maior benefício de investir em NFTs é que, dependendo do quanto você acompanha esse mercado, como não existe limite para rentabilidade da venda, você pode garantir um lucro e tanto. Um belíssimo exemplo são os Royalties de NFTs, então, quem comprou, por exemplo, um NFT de música, vira sócio, e toda vez que tocar em algum lugar, recebe os direitos dos recebíveis em cima da obra. 

Existem NFTs (como você verá ao longo do conteúdo) que valem milhões. Se o proprietário quiser revender, esses milhões vão direto para o seu bolso. Mas é preciso ficar atento a falsas promessas e esquemas de NFTs que prometem lucros arrebatadores. NFTs são ferramentas para comunidades apaixonadas.

 

Como criar e vender NFTs?

Você não sabia que pode criar um NFT? Pois bem, pode!  

Na realidade, qualquer pessoa pode criar um token não fungível, e isso, claro, partindo de absolutamente qualquer coisa. Ou seja, o seu NFT pode ser uma foto de um lugar que você simplesmente é apaixonado.  

Quando pensamos nessa possibilidade, dá até um friozinho na barriga e a vontade de criar nos toma por completo, né? No entanto, você precisa estar preparado para pagar por essa criação, algo em torno de US$70.  

Se é isso mesmo que você quer fazer, aqui está o passo a passo:  

  • Escolha a plataforma e observe a rede Blockchain. Quem cria NFTs, costuma escolher a rede Blockchain Ethereum. 
  • Crie sua carteira digital – Pode ser na MetaMask que é uma das mais conhecidas.
  • Passe o saldo dos seus critpo ativos para essa carteira e arque com os custos de transferência na Blockchain – o gas fee. 

 

Acredite, já estamos no meio do caminho. Siga:

 Escolha o marketplace para realizar a venda do seu NFT. Pode ser a OpenSea.

  • Realize o upload.
  • Venda (você pode estabelecer um preço fixo ou colocar em leilão.)

O processo em si é super simples, mas é importante que você tenha em mente que não é só colocar à venda. Para ter sucesso com a venda da sua criação, garantindo um bom valor por ele, é preciso entender qual valor o seu NFT entrega para as pessoas, mesmo que seja meramente estético.  

 

ERC-721

Já que o assunto é garantir que tenha valor, cabe aqui uma explicação sobre o Token ERC-721, o protocolo “padrão” que está sendo utilizado para criar NFTs. 

O ERC-721 pode ser explicado como um protocolo, um padrão, na rede Blockchain Ethereum para criação de NFTs. Com isso, os desenvolvedores seguem para garantir que a programação de códigos acabe sendo mais simples. 

Talvez você esteja se perguntando o que existe de tão especial sobre esse protocolo, e a verdade é que a principal característica do ERC-721 é que os tokens criados com ele são únicos, por isso é usado na criação de Tokens Não Fungíveis (os NFTs).

 

NFTs do Neymar

Por falar em valor, no início de 2022, o jogador Neymar entrou no universo dos NFTs, com compras milionárias.  

Ele possui três NFTs, vindas de uma das coleções mais valiosas do mundo, Bored Ape Yacht Club, que são os famosos macacosProprietário dos NFTs #5269, #6633 e #10953, Neymar precisou desembolsar R$6,48 milhões. No entanto, hoje, suos NFTs valem um pouco mais de R$1 milhão, resultado de uma queda no mercado de criptoativos.  

 

Isso significa que a compra de NFTs não vale a pena? Não! Como qualquer investimento, os NFTs possuem um risco de baixa. Pensando nisso, caso você esteja disposto a investir nesse mercado, vale a pena pensar sobre o seu perfil de investidor, já que compra e venda de NFTs, por conta do seu risco, cabe mais a um perfil arrojado.  Além do mais, os NFTs da coleção do Bored Ape não são apenas imagens que os famosos estão usando nos seus perfis nas redes sociais. Possuir um BORED APE significa fazer parte de um clube muito exclusivo com vantagens em shows e festas.

 

Metaverso do Bored Ape está chegando – festa exclusiva em NY

O NFT.NYC que contou com a sua primeira edição em 2021, hoje é conhecido como um dos eventos mais impressionantes da Web3. Se na primeira edição contava com 500 palestrantes, em 2022 esse número triplicou, passando para 1500. 

É um evento de quatro dias, que conta não apenas com palestras, mas também com festas exclusivas com várias celebridades, como Beck, The Strokes, Lil Baby, Chris Rock, Questlove, Aziz Ansari, Jasti, Quentin Tarantino, Parrott, Logan Paul e vários outros. 

Mencionamos sobre esse evento no episódio NFT: passado o hype, o que podemos esperar”, com Alexandre Ariel, que estava bem animado com o fato do ingresso ser um NFT das coleções mais caras do mundo, que é o Bored Ape e criptopunk.

 

NFTiffs – uma jóia que representa o seu NFT 

A renomada Tiffany & Co disponibilizou para venda o NFTiff para donos de NFTs da coleção cryptopunk. O que significa que, ao comprar um NFT dessa coleção, você o terá em forma de pingente, confeccionado sob medida pelos artesãos da Tiffany. 

Como estamos falando de exclusividade e muito valor, o pingente é feito a partir de ouro rosa ou amarelo de 18 quilates, decorado finamente com diamantes e, claro, como design, o NFT do proprietário, da coleção cryptopunk. 

Foi divulgado, como comentamos no episódio “NFTiffs, a aposta da Tiffany & Co nos NFTs e outras notícias da semana”, que a venda seria feita para apenas 250 donos de um NFT da coleção cyptopunk, o que fez com que em pouquíssimas horas os NFTiffs estivessem esgotados. 

 

Imagem: Reprodução Tiffany’s

 

Bored Ape Yacht Club em cartões de débito

Sim, é isso mesmo. Pelo visto, teremos os “macaquinhos entediados” nos cartões de débito, com a parceria da Mastercard com o aplicativo de crypto hi

Talvez você, agora que esteja começando a entender sobre o que se trata os NFTs, se pergunte por qual motivo fazer essa customização com os NFTs em cartões, a real é que é por pura visibilidade e normalização dos NFTs na nossa vida. 

É o efeito outdoor, sabe? Quanto mais você vê um NFT, mais você se familiariza com ele. 

 

Imagem: Reprodução hi

 

NFTs mais caros do mundo 

Depois desse “tapa milionário” que recebemos em saber o valor pago por Neymar, nada mais justo que finalizar esse conteúdo te mostrando que, sim, NFTs podem ser muito valiosas. E, como você já percebeu, quando falamos sobre “muito valioso”, é coisa de milhões.  

Dito isso, confira a lista de NFTs mais caros do mundo: 

  • Imagem: Christies LTD Beeple

    Everydays: The first 5000 days (Beeple) – vendido por meio de leilão por US$69,3 milhões, em 2021

  • Clock (Julian Assange e Pak) – vendido por meio de leilão por US$52,7 milhões, em 2022
  • CryptoPunk #5822 – vendido ao Deepak Thapliyal por US$23 milhões, em 2022
  • Tpunk #3442 – vendido ao Justin Sun por US$10,5 milhões, em 2021

 

Regulação de NFTs

Uma das questões mais relevantes dento do mundo Crypto é a sua regulação. A presença de agências e instituições públicas dentro da Web3 levantam ainda desconfiança,  uma vez que a descentralização é o cerne de todo movimento. No entanto, reguladores presentes no mundo Crypto evitam que os mal intencionados produzam efeitos negativos no mercado.

 

12 NFTs históricos que vale a pena conhecer

É claro que essa lista pode mudar em breve, considerando que muitos arqueólogos da blockchain seguem dedicados em buscar outros tipos de tokens que, de alguma forma, contribuíram para as várias evoluções que temos hoje na Web3.

Desta forma,embora pareça impossível falar em “história”, considerando que são fatos que aconteceram a menos de uma década atrás, lembre-se que a Web3 é o que temos de mais moderno em termos de internet e tecnologia.

Mais do que isso, as tecnologias atuais são muito mais rápidas do que as de séculos e milênios atrás que, claro, foram extremamente revolucionárias ao nos proporcionar energia, veículos, máquinas industriais e muitos outros itens.

No entanto, elas não possuem todo o poder de inovação e mudanças para o futuro, que sejamos honestos, está mais perto do que distante no momento. 

Então, esses NFTs históricos que apresentamos fazem sua parte ao permitir que diversos itens da blockchain fossem criados e melhorados, abrindo caminho para novas formas de atuar na Web3.

Imagem: Leonidas.eth

 

Herança Digital: O que acontece com os NFTs depois que a pessoa morre?

Com cada dia mais investidores entrando no mundo das criptomoedas e dos NFTs, há uma dúvida bem recorrente: o que acontece com os NFTs e Bitcoins depois que a pessoa morre? NFTs e Criptmoedas podem fazer parte da herança digital. A herança digital contempla as plataformas digitais como Facebook e o Instagram, e-mails, postagens no Tweet, criptomoedas, NFTs e até mesmo os vídeos monetizados do Youtube.

No entanto, há inúmeros casos de pessoas que perderam suas chaves de acesso e credenciais. Isso significa que nem mesmo as exchanges conseguem recuperar o acesso aos ativos digitais. Logo, é preciso confiar as senhas a alguém próximo, garantindo que seus herdeiros consigam acesso às suas criptomoedas e NFTs.

 

Ufa! São muitos milhões para um conteúdo só! 

 Se você quiser continuar acompanhando mais conteúdos como esse, visite o Blog da Go

 

Ana Wadovski

Web3, Metaverso, Inovação e Transformação Digital

Jornalista brasileira vivendo em Lisboa, especialista em Digital Business, com foco em Transformação Digital e Futurismo. Tecnologia, para mim, é palavra feminina. Quero estar dentro dos debates sobre o impacto da tecnologia na vida das pessoas e das empresas, contribuindo para desenhar um futuro melhor para todos.

Postagens relacionadas

Especial: Retrospectiva Web3 2022
Web3

Retrospectiva Web3 2022

Retrospectiva Web3 2022. Descubra (quase) tudo que rolou em 2022 no mundo crypto. Retrospectiva Web3 2022. Estamos fechando o ano de 2022 com muitos acontecimentos

veja mais »

Assine nossa Newsletter

Receba toda semana as notícias mais interessantes sobre Inovação, Transformação Digital e Futurismo, cuidadosamente selecionadas por nós.

Toda segunda-feira às 6h de la matina.