LogoColors

Ética Digital na Transformação Digital

A Ética Digital na Transformação Digital é uma discussão urgente para nossos tempos de hiperconexão e grande volume de informações. Sem um projeto de governança, podemos colapsar em uma sociedade que não consegue mais distinguir o que é verdadeiro do que é falso.

 

O que é ética

A ética, segundo definição do Oxford Languages, é:

“A parte da filosofia responsável pela investigação dos princípios que motivam, distorcem, disciplinam ou orientam o comportamento humano, refletindo esp. a respeito da essência das normas, valores, prescrições e exortações presentes em qualquer realidade social.”

Bem como,

“O conjunto de regras e preceitos de ordem valorativa e moral de um indivíduo, de um grupo social ou de uma sociedade.”

Se a tecnologia provoca imenso impacto na sociedade, dedicar-se a compreender a Ética Digital na Transformação Digital é de suma importância. Isto porque nosso mundo está mais conectado e global, o que envolve pessoas, empresas, governos e universidades, etc.

Embora seja possível enxergar um conjunto de normas que regem nossa sociedade prezando pelo bem estar geral e pela boa convivência entre todos, o conceito filosófico pode deixar brecha para muitas interpretações e detalhes do que venha a ser ético na nossa sociedade.

Em um mundo tão vasto, complexo e plural, podemos apenas imaginar quanto da bagagem cultura das pessoas não interfere diretamente na sua construção de ética, por exemplo, religião, modo de vida, visão, política, ideologia, entre outros. Quando trazemos os efeitos das redes sociais  com a expansão da internet para esta discussão, o choque entre mundos é inevitável.

 

Ética Digital na Transformação Digital

 

 

Ética Digital na Transformação Digital – Comunicação e Tecnologia

A comunicação em tempo real está criando a sensação de imediatismo e simultaneidade, o que deixa as barreiras entre tempo e espaço menos claras. Vivemos o tempo da universalização, do fim das barreiras, do mundo sem fronteiras. Caminhamos para nos tornamos cidadãos do mundo.

Conseguimos nos comunicar com todos os lugares do planeta, mas paradoxalmente nos afastamos também de quem está ao nosso lado. A comunicação é ubiqua e sem limites. A informação nunca foi tão livre e tão pulverizada e também nunca nos sentimos tão presentes nos problemas que acontecem por todo canto do mundo.  Os assuntos do mundo são os assuntos do cotidiano de todo mundo: pandemia, incêndios na Califórnia, Guerra na Ucrânia, imigrantes, etc….

O choque entre as formas com que vemos o mundo constroem esse mundo em conflito. Depois da pandemia, outras reflexões de caráter ético ganharam novos contornos a partir da maneira com que passamos a nos relacionar, trabalhar, etc.

À exemplo desta expansão de noção ética, podemos citar o movimento do Black Live Matters que acabou por suscitar no mundo a discussão sobre a derrubada de estátuas de figuras históricas que simbolizavam a escravidão. No Brasil, em São Paulo, a estátua de Borba Gato foi alvo de ataques e muita polêmica.

Estamos ressignificando nossas vidas e nossas atitudes do dia-a-dia a partir da velocidade com que nos comunicamos.  O escritor belga Marc Halévy define bem as novas premissas do nosso tempo: talentos, criatividade, imaginação, intuição e capacidade de transmitir conhecimento.

 

Ética Digital e o Futuro do Trabalho

competências e skills que se destacam para os profissionais do futuro e que permeiam as novas visões de ética no mundo digital. Vamos a elas:

 

  • Polimatia capacidade de possuir grande conhecimento em diversos assuntos. O Conhecimento não está restrito a uma única área.
  • Nexialismo capacidade de entender o nexo entre as coisas e desenvolver novo conhecimento a partir desta inúmeras fontes.
  • Darwinismo Digital capacidade de adaptabilidade, não no sentido biológico. Na Era Digital em que tudo muda o tempo todo, a necessidade é adaptação contínua.
  • Foresight Estratégico capacidade visualizar futuros, no plural. O valor na observação de mais de um futuro é a habilidade de se antecipar às mudanças, minimizar os riscos, oferecendo respostas ao Mundo VUCA.

 

Ética e Tecnologia Digital

A Inteligência artificial não precisa de ética, mas sim os humanos que a programa. A discussão é tão alargada que a Universidade de Oxford determinou que uma das profissões do futuro será psicólogo de robô. As máquinas necessitam de algoritmos para conduzir suas ações. A robô Sofia em sua primeira apresentação disse que sua missão era acabar com a raça humana. Pouco depois a robô riu-se e disse que sabia que humanos gostavam de piadas de humor pesado.

 

Para a próxima década, a grande discussão ética será o privilégio daqueles que defendem a imortalidade. Estamos tornando a vida melhor para todos ou somente os bilionários dessa era serão capazes de viver mil anos gastando suas fortunas?

 

Robôs e a Ficção

Hollywood construiu ao longo das décadas construir uma imagem apocalíptica de como a inteligência suprema dos robôs irá destruir a raça humana.  Matrix, Exterminador do Futuro e Ex Machina são alguns dos exemplos de filmes que colocam robôs em posição de subjugar a humanidade.  Autores como o sueco Nick Bostrom afirmam que é impossível robôs terem pensamentos de ambiguidade. Estas visões estão banhadas pelo nosso olhar, nossa cultura, nossos conceitos éticos.

A série da Netflix Black Mirror dá esse vislumbre de abundância tecnológica e como isso impacta as nossas vidas, levantando questionamentos sobre Ética Digital na Transformação Digital em nossa sociedade.

 

Exemplos de falta de Ética Digital

Grande poder de conexão também trouxe grandes problemas. Primeiramente, nossos cérebros são limitados para acompanhar a quantidade de informações e dados que são gerados nesta era. Isso segue-se pela síndrome FOMO – do inglês, fear of missing out -e também pelo apelo das fake news que ganham mais força com os deepfakes gerados através da Inteligência Artificial.

Ética Digital é o futuro dos negóciosA quantidade de informação também é campo fértil para a desinformação com negacionistas, niilistas, reducionistas, revisionistas fora as atividades ilegais que atentam contra a própria democracia. Vivemos uma verdadeira infodemia. No campo mais particular, as redes propagam bullying e discursos de ódio contra pessoas. Quantos casos de mentiras contadas na internet acabaram tendo reflexos no mundo real, destruindo a vida das pessoas?
Quanto maior e mais fácil uma conexão se estabelece, maior tende a ser a força e a facilidade com que uma mensagem irá se espalhar entre as mídias e as pessoas. E, por baixo desta crise comunicacional, a ética, a transparência e a legitimidade são prejudicadas, uma vez que já não conseguimos identificar distinguir o que é verdadeiro ou falso dentro dos conteúdos na internet.

 

No entanto, há ainda caminhos para contornarmos esta situação e promovermos uma verdadeira ética no mundo digital.

Pensando nisso, o Millenium Project pontua a ética como um dos grandes desafios globais e levantou algumas premissas importantes:

  • Implementar auditoria para expor pressupostos éticos em operações baseadas em algoritmos;
  • Estabelecer sistema internacional para deter guerra cibernética e de informação;
  • Aplicar medidas para reduzir corrupção como as recomendadas pelo The Global Coalition Against Corruption;
  • Exigir civismo e ética na aprendizagem para que haja correspondência entre atitudes e valores;
  • Colocar a ética como um critério de avaliação nas empresas;
  • Fazer políticas de transparência;
  • Revogar os passaportes de colaboradores corruptos;
  • Criar incentivos para a ética nas decisões que impactam o mundo.

O resgate da discussão da ética na internet  faz-se urgente para construirmos redes colaborativas, democráticas e  saudáveis. Além do mais, que  esta mesma discussão construa uma visão de tecnologia que esteja atuando a favor de uma sociedade e equilibrada.

Ana Wadovski

Web3, Metaverso, Inovação e Transformação Digital

Jornalista brasileira vivendo em Lisboa, especialista em Digital Business, com foco em Transformação Digital e Futurismo. Tecnologia, para mim, é palavra feminina. Quero estar dentro dos debates sobre o impacto da tecnologia na vida das pessoas e das empresas, contribuindo para desenhar um futuro melhor para todos.

Postagens relacionadas

Assine nossa Newsletter

Receba toda semana as notícias mais interessantes sobre Inovação, Transformação Digital e Futurismo, cuidadosamente selecionadas por nós.

Toda segunda-feira às 6h de la matina.